AL-Noticias

Esportes

NA RAÇA | ASA se redime, vira o jogo diante do ABC e retorna para o G4 do Grupo A da Série C

Publicado em:    17 jul 2016 às 7:56,  

    

NA RAÇA | ASA se redime, vira o jogo diante do ABC e retorna para o G4 do Grupo A da Série C

Publicado em:    17 jul 2016 às 7:56,         Última atualização em: julho 17, 2016 às 7:56

Melhor em campo durante todo o jogo, a Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA) venceu a equipe do ABC de Natal de virada pelo placar de 2 a 1, somou mais três pontos e retornou para o G4 do grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C.

A noite deste sábado (16) poderia ter terminado de forma injusta para o Fantasma de Alagoas. Pressionando a equipe potiguar desde o início da partida, o alvinegro viu o seu calvário no final do primeiro tempo, quando o meia Lúcio Flávio abriu o placar no Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca.

No entanto, contando com a estrela do jovem atacante Jean Carlos, que entrou no início do segundo tempo no lugar do meia Dinélson, o artilheiro teve apenas três minutos para mostrar a redenção alvinegra e empatar o jogo.

Jean participou ainda da jogada do gol da virada do ASA, quando o atacante Reinaldo Alagoano, aos 33 minutos, acertou um chute de primeira sem chances para o goleiro adversário.

Com o resultado alcançado nesta noite, o ASA retorna ao G4 e assume provisoriamente a segunda colocação do Grupo A, aguardando apenas o confronto entre Fortaleza e Botafogo-PB.

Tags:,
O PORTAL AL-Notícias e seus colaboradores não emitem nenhum comentário para não expressar opinião. Sendo assim comentários emitidos aqui são de inteira responsabilidade de seus autores atendendo assim a nossa Política de Privacidade. É expressamente proibida a emissão de comentários cujo teor contenha palavras de baixo calão que desrespeita a ética moral, a lei e os bons costumes da sociedade. O PORTAL tem autonomia para moderar e repudiar, sem prévio aviso, comentários postados que firam critérios contidos neste aviso.

Não há comentários Vou comentar!

Ainda não há comentários.

Deixe seu comentário