Ex-atleta detona desempenho de Cristiano Ronaldo no Manchester United
Conteúdo publicado por Divulgação em: 11/01/2022 às 21:58h.
Compartilhe com mais pessoas

Cristiano Ronaldo tem sido alvo de um bombardeio de críticas nos últimos dias. Nesta terça-feira (11), quem resolveu avaliar o desempenho do craque português no Manchester United foi Perry Groves, ex-atacante que defendeu o Arsenal ao longo da carreira. Para o atleta aposentado, o camisa 7 tem atrapalhado a evolução da equipe comandada por Ralf Rangnick.

De acordo com Perry Groves, o tamanho de Cristiano Ronaldo tem sido um problema para os treinadores que comandaram a equipe nos últimos meses. O ex-jogador vê mais importância no português do que nos técnicos recentes do Manchester United. Para Groves, o próximo profissional que assumir a equipe precisa dispensar o camisa 7.

“Em sete jogos com o Ralf Rangnick ainda não vi qualquer melhoria, se duvidar até regrediram. O Carrick em três jogos fez mais do que ele (Ralf Rangnick), tomou decisões complicadas como deixar o Bruno Fernandes ou o Ronaldo no banco. O próximo técnico tem que dispensar o Cristiano porque ele é maior do que qualquer treinador que chegue. Digamos que o escolhido seja Mauricio Pochettino? Cristiano Ronaldo vai ter mais importância do que ele, e um treinador não pode deixar isso acontecer”, afirmou o antigo jogador do Arsenal à rádio talkSPORT.

Atual técnico da equipe, o alemão Ralf Rangnick é conhecido por ser um treinador que exige intensidade e pressão constante dos times que comanda. Na visão de Perry Groves, a presença de Cristiano Ronaldo atrapalha essa estratégia de jogo.

“É verdade que ainda marca gols, mas se quer um time que pressiona, que seja intenso, que jogue um futebol moderno… não pode ter o Cristiano Ronaldo. Sinto que a volta dele ao United foi uma jogada de arrogância e vaidade por parte da direção do clube”, completou o ex-atacante.

Na última sexta-feira (7), o também aposentado Trevor Sinclair criticou Cristiano Ronaldo, que é o artilheiro dos Red Devils na temporada com 14 gols em 22 jogos. O ex-meia do City afirmou que a equipe de Guardiola conseguiu se livrar do português, que quase acertou com o clube em agosto de 2021. Nesta terça (11), o jornal Mirror revelou que existe uma suposta divisão dentro do elenco do Manchester United.

Com: sbt.com.br