Gerente do Corinthians ignora dor rival: “Não estamos preocupados”
Conteúdo publicado por Divulgação em: 19/10/2012 às 9:06h.
Compartilhe com mais pessoas

O Corinthians encara a sua próxima partida no Campeonato  Brasileiro sem muita empolgação. Ao contrário do Palmeiras – seus jogadores já começaram a admitir publicamente que torcerão por uma vitória do rival sobre o Bahia, às 18h30 (de Brasília) de sábado, no Pacaembu, com a intenção de tentar escapar do rebaixamento.

“Não estamos preocupados com nenhum time do Campeonato Brasileiro, com quem vai ser campeão ou com quem vai cair. A única preocupação é com o nosso planejamento”, avisou Edu, gerente de futebol corintiano.

Com 43 pontos ganhos, o Corinthians está longe da disputa pelo título nacional e da briga contra o rebaixamento e só pensa em se preparar para o Mundial de Clubes de dezembro, no Japão. O técnico Tite já promoveu até uma escala de folgas para deixar os seus atletas mais bem condicionados.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Mesmo sem ser solidário à dor palmeirense, Edu garantiu que o Corinthians estará empenhado contra o Bahia

Para Edu, os palmeirenses não podem se queixar do planejamento do Corinthians. “O que estamos fazendo não é novidade. Avisamos há bastante tempo sobre as nossas metas no Campeonato Brasileiro. A primeira era o título, mas isso não foi possível. A segunda foi fugir da zona de perigo. Isso foi traçado há meses. Continuamos com a nossa programação, independentemente do adversário”, discursou.

Na 17ª colocação, com 29 pontos ganhos, o Palmeiras conta com tropeços do Bahia (que tem 35 e está no 16º lugar) para sair da zona de rebaixamento. O Corinthians, próximo adversário do time baiano, colaborou recentemente com o rival ao vencer o Sport (outro ameaçado) por 3 a 0, no Pacaembu.

“Queremos fazer um grande jogo contra o Bahia, sem nos preocupar com o Palmeiras ou com qualquer outro time. Já vencemos o Sport dessa forma”, exemplificou Edu, sem prever como será a reação da torcida corintiana desta vez. “A gente entende e respeita qualquer manifestação.”

Em 2010, o Palmeiras perdeu para o Fluminense na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro e prejudicou o Corinthians na disputa pelo título – conforme queria a maioria de seus torcedores. Tite, que agora prega “dignidade” contra o Bahia, ficou bastante irritado na ocasião.