“Luciano chegou com dores abdominais”, diz assessoria do hospital
Conteúdo publicado por Divulgação em: 28/10/2011 às 14:54h.
Compartilhe com mais pessoas

A assessoria de imprensa do Hospital Santa Cruz, em Curitiba, no Paraná, confirmou a informação de que Luciano, dupla de Zezé di Camargo, foi internado às 10h desta sexta-feira (28) na UTI.

“Luciano chegou caminhando, de boné, e foi reconhecido por todos”, diz a assessora. “Ele foi internado na UTI porque é a única área de isolamento do hospital, não pelo seu estado de saúde”. Segundo a imprensa local, no entanto, o sertanejo teria chegado ao local desacordado devido a uma overdose de remédios.

Ainda de acordo com a assessoria, Luciano estava em um carro particular, sem fazer uso de ambulância. Emanuel Camargo, irmão e empresário do cantor, o acompanhou durante toda a manhã. Enquanto isso, Zezé permaneceu no hotel em que estava hospedado.

Flávia Fonseca, mulher de Luciano, também está em Curitiba para acompanhar o marido.

 

Foto: Luiz CostaAmpliar

Fachada do Hospital Santa Cruz: movimentação de fãs e imprensa

O estado de saúde do cantor não foi divulgado. “O Santa Cruz é o único hospital credenciado pela Presidência da República em Curitiba. Por isso não podemos fornecer informações sobre os pacientes”, explica a assessoria.

Os sintomas detectados na entrada do sertanejo foram dores na região abdominal: “Ele chegou com indisposição e fortes dores estomacais. Foram essas dores que o trouxeram para o hospital”.

Poucos momentos antes do show, Zezé e Luciano teriam se desentendido e esse teria sido o motivo do pronunciamento do sertanejo no palco. O sertanejo então teria tomado uma dose de calmantes, o que teria gerado a overdose de remédios.

Com relação ao show desta sexta-feira (28), a CWB Brasil – produtora do evento – garante que a apresentação está mantida. “O show está mantido. Zezé di Camargo se apresenta sozinho se for preciso”, comentou a produtora.

 

Foto: Luiz Costa

Movimentação em frente ao Hospital Santa Cruz, onde Luciano está internado na UTI, em Curitiba